Menu

Análise 2DS/3DS – Elliot Quest

Elliot Quest saiu recentemente na 3DS (e não só), tendo já saido há bastante tempo em PC e Wii U, sendo um jogo no estilo retro com inspirações em Zelda e Megaman sai-se como um jogo vasto, e de dificuldade acima da média em certas alturas.

Em termos de plot somos Elliot, um homem que acaba de perder a sua mulher e fica doente com algo sem cura presente. Vamos ter de embarcar na sua demanda em busca de uma cura para a sua condição que o impede de morrer, e que vai causar com que Elliot se transforme num demónio. Pouco mais nos é explicado no inicio do jogo, que nos apresenta um jogo de plataformas 2D em que andamos de arco e flecha inicialmente, e que pelo world map temos um mundo relativamente vasto para explorar, desde zona de floresta, praia, aldeias com pessoas com quem interagir e lojas onde comprar itens, e não só. Talvez este vazio inicial deixe muitos a considerar a qualidade da plot do jogo, o que é compreensível visto que o jogo tem uma direção apresentada a ser motivada por eventos que nos deveriam ser mais bem mostrados inicialmente talvez, mas que com o desenrolar da aventura mais se vai descobrindo.

O jogo em termos de mecânicas não será algo complicado, vamos ter de abrir caminho e enfrentar monstros e bosses, usando o nosso arco e flecha, e fazendo de habilidades que desbloqueamos ao longo do jogo, com um sistema de níveis por XP que a cada nível nos deixa aumentar atributos como quantos corações de vida restauramos ao encontrar um dentro de um objeto ou quando matamos inimigos, o alcance do nosso arco, a percentagem de hipótese de causar ataques críticos, etc…, o mundo como já disse acaba a ser vasto com vários locais para explorar, sendo que a arte do jogo acaba por ser bastante agradável com zonas florestas recheadas de ruinas e não só, aliada às animações do ambiente que lhe ajudam a dar alguma vida como de rios e a cataratas a correr por exemplo, e complementado pela OST.

Em suma acaba a ser um jogo 2D de plataformas com metroidvania à mistura bastante agradável, se gostarem do estilo retro e quiserem reviver o sentimento da época de certa forma, mas se não for a vossa praia pode sair-se como algo aborrecido, a sua dificuldade pode desencorajar um pouco quem gosta de jogar de forma mais casual, pois vai haver alguns momentos mais complicados e têm de preparar-se para morrer até mesmo de alguns erros básicos como saltar na altura errada, durante a ação de um dos nossos inimigos.

Elliot Quest saiu recentemente na 3DS (e não só), tendo já saido há bastante tempo em PC e Wii U, sendo um jogo no estilo retro com inspirações em Zelda e Megaman sai-se como um jogo vasto, e de dificuldade acima da média em certas alturas. Em termos de plot somos Elliot, um homem que acaba de perder a sua mulher e fica doente com algo sem cura presente. Vamos ter de embarcar na sua demanda em busca de uma cura para a sua condição que o impede de morrer, e que vai causar com que Elliot se transforme num…
Um jogo a puxar a nostalgia que é bastante agradável e desafiante, pode ser aborrecido para os jogadores mais casual que procuram algo mais leve em especial numa portátil.
História - 78%
Jogabilidade - 84%
Grafismo - 88%
Som - 80%

83%

Interessante!

Um jogo a puxar a nostalgia que é bastante agradável e desafiante, pode ser aborrecido para os jogadores mais casual que procuram algo mais leve em especial numa portátil.

User Rating: No Ratings Yet !

Sou aquele gajo que ama RPG’s, mas que nunca terminou o FFVII, que acha o Fallout 2 o melhor jogo de sempre, o GBC a consola que nunca foi superada (muito Pokémon na altura :P, mas devo confessar que atualmente de eleição é a PS3, mas GBC é aquela coisa) e que tem como eleição a PlayStation.

No comments

Deixe uma resposta

Video em Destaque

Parceiros