Menu

Análise 2DS/3DS – Ever Oasis

Ever Oasis foi sem dúvida para mim um dos JRPGs mais antecipados para a 3DS, a sua premissa e estilo visual invocavam um interesse automático em mim, vindo das mãos de Koichi Ishii, mais conhecido pela sua autoria da franquia Mana, este tinha tudo para ser promissor, e veremos se assim se sai.

A plot é simples de acompanhar, somos um seedling, seres que habitam os Oásis num vasto deserto, ficando até explicado a temática visual de antigo Egipto, e no nosso caso somos o irmão mais novo do chefe de um desses Oásis, sendo que um Oásis é uma vila formada em torno de um lago, em que o chefe do mesmo o cria com a ajuda de um espirito de água. Os problemas chegam quando um mal conhecido como Chaos começa a infetar o deserto, a corromper os animais em formas “maléficas”, e a erradicar os Oásis existentes, sendo que num triste dia, vemos o Oásis do nosso irmão a ser atacado, e o mesmo faz frente a esta força maléfica que toma uma forma demoníaca, enquanto nós somos evacuados. Após isto vamos parar ao meio do deserto, sozinhos, e acabamos por conhecer Esna, um espirito de água, que nos ajuda a dar inicio ao nosso próprio Oásis, e que juntos nos comprometemos a vir pôr termo ao reinado do mal que consome o deserto, e a tornar o nosso Oásis num porto seguro para todos os refugiados de outros Oásis desolados. A nossa personagem tem algum nível de personalização básico como algumas cores do tom de pele, como ele ser vermelho, e a nossa aventura em si, vai revirar muito em volta do desenvolvimento do nosso Oásis e em quests dos nossos residentes, de maneira a manter um nível de felicidade que em troca nos providência alguns bónus na aventura.

A jogabilidade de Ever Oasis não é complicada mas isso não a torna menos interessante, indo ao ponto de combate, o mesmo é simples podemos fazer manobras de desvio de ataques com o B, fazer ataques leves e pesados com o A e X respetivamente, o Y server para guardar a nossa arma e assim correr para uma fuga, ou se pressionado dura te tempo suficiente liberta a nossa magia, o L faz Lock-On. Com a nossa progressão de nível chegamos a desbloquear alguns combos que dinamizam um pouco o nosso combate, podemos ainda mais tarde ter direito a recrutar parceiros de combate que podemos alternar nas quests para até mesmo variar um pouco o combate. Na parte do Oásis não há nada de mais, basicamente recebemos visitantes ao nossos Oásis, que podem estar à procura de uma casa nova ou só de passagem, sendo que quando procuram um sitio para ficar por norma estão acompanhados de uma quest para conseguirmos que fiquem, também há a questão de rumores em que ficamos a saber por exemplo que há alguém num dos cenários a que temos acesso, a explorar uma mina por exemplo, e ai ganhamos a quest secundária de encontrar esse alguém, e até recrutá-lo para habitar o Oásis, podem até virar comerciantes sendo que é aqui que entra em ação a parte de construção em lotes livres em áreas pré-definidas, estas lojas de comércio, conhecidas como Bloom Booths, que podem ser de comida, ou itens variados vão servir para atrair também visitantes de outros locais, e até nos providenciar itens para comprarmos nós, sendo que o aumento de população dá azo à evolução de nível do nosso Oásis com a ajuda de Esna, e com isso podem vir bónus como um bónus de HP durante as quests, que é definido pelo nível de contentamento da nossa população, que temos de ir garantindo que está bem, por por exemplo fazendo pedidos dos comerciantes para reabastecer os mesmos como stock. A jogabilidade seja no Oasis ou fora dele não se fica por aqui, estes são alguns pontos principais mas aventura esconde mais para se descobrir, e apreciar.

Visualmente o jogo é um deleite para os olhos, seja no Oásis, no deserto, nas dungeons, este jogo que invoca um estilo antigo Egipto num formato anime é lindo de se ver, e é aqui que uma consola como a 3DS/2DS brilham, apesar do seu hardware, com vontade, dedicação e esforço, consegue-se fazer coisas fenomenais, e jogos como Ever Oasis acabam a brilhar no lado visual/gráfico, seja nos modelos das personagens, seja nos efeitos como dos nossos inimigos que viram versões mais pequenas e regulares do animal que são quando derrotados, seja nos cenários, ficou algo fenomenal de se ver, sem contar com as trilhas sonoras que invocam mais qualidade de imersão na nossa aventura, realmente quando se fala de RPGs ou JRPGs a portátil da Nintendo está bem servida, seja em experiências de qualidade de argumento, e imersão seja de qualidade visual e sonora.

Ever Oasis fica como uma experiência de fácil de acesso para quem tenha receio de JRPGs com sistemas de jogabilidade mais desenvolvidos e que requerem mais paciência para se aprender, mas ao mesmo tempo dá-nos uma experiência sólida, divertida, com qualidade e num formato perfeito para quem não tem muito tempo para parar em casa, portátil.

Ever Oasis foi sem dúvida para mim um dos JRPGs mais antecipados para a 3DS, a sua premissa e estilo visual invocavam um interesse automático em mim, vindo das mãos de Koichi Ishii, mais conhecido pela sua autoria da franquia Mana, este tinha tudo para ser promissor, e veremos se assim se sai. A plot é simples de acompanhar, somos um seedling, seres que habitam os Oásis num vasto deserto, ficando até explicado a temática visual de antigo Egipto, e no nosso caso somos o irmão mais novo do chefe de um desses Oásis, sendo que um Oásis é uma…
Uma aventura que invoca qualidade só por estar associada ao criador da franquia Mana, mas que realmente se prova no final que merece ser aclamada, visualmente um deleite para os olhos, com faixas de música a acompanhar a qualidade geral do jogo, a sua aventura prova-se de fácil acesso a todos os que queiram embarcar numa aventura cheira de diversão, ação e mesmo algum drama.
História - 86%
Jogabilidade - 85%
Grafismo - 89%
Som - 84%

86%

Fenomenal!

Uma aventura que invoca qualidade só por estar associada ao criador da franquia Mana, mas que realmente se prova no final que merece ser aclamada, visualmente um deleite para os olhos, com faixas de música a acompanhar a qualidade geral do jogo, a sua aventura prova-se de fácil acesso a todos os que queiram embarcar numa aventura cheira de diversão, ação e mesmo algum drama.

User Rating: No Ratings Yet !

Sou aquele gajo que ama RPG’s, mas que nunca terminou o FFVII, que acha o Fallout 2 o melhor jogo de sempre, o GBC a consola que nunca foi superada (muito Pokémon na altura :P, mas devo confessar que atualmente de eleição é a PS3, mas GBC é aquela coisa) e que tem como eleição a PlayStation.

No comments

Deixe uma resposta

Video em Destaque

Parceiros