Menu

Análise 2DS/3DS – Fire Emblem Echoes: Shadows of Valentia

Fire Emblem Echoes: Shadows of Valentia, é o remake do segundo da série feito para NES, Fire Emblem Gaiden. Esta nova versão do jogo consegue ser uma lufada de ar fresco, misturando o melhor dos FE da era GBA e dos mais recentes da 3DS (Awakening e Fates), e mantendo-se fiel ao jogo original.

Neste jogo acontece algo relativamente invulgar. Quando um jogo tem múltiplos protagonistas, a regra geral é escolher uma personagem, e depois joga-se o jogo pelo ponto de vista dessa personagem, sendo muitas vezes necessário voltar a jogar do inicio com as outras personagens para se observar os diversos pontos de vista, aqui não. Tirando nos dois primeiros capítulos, que servem de introdução a cada um dos protagonistas, irá se controlar tanto o Alm como a Celica ao mesmo tempo. Enquanto que Alm tenta proteger o reino de Zofia dos invasores de Rigel, Celica vai em busca da deusa Mila para tentar acabar com a guerra de forma pacífica.

Shadows of Valentia, sendo um Fire Emblem tradicional, é um SRPG, um RPG de estratégia por turnos, que foge de certo modo à norma pela qual a série é conhecida nos dias de hoje. Fiel ao original este jogo descarta o sistema de pedra-papel-tesoura para o combate, dando mais foco aos terrenos, e retirando também a durabilidade das armas. Para além desta mudança, o jogo adiciona também algo novo, masmorras. Estas masmorras são o melhor local para subir de nível e encontrar tesouros, mas o que as torna realmente invulgares nesta série, é que se controlam as personagens numa perspetiva 3D, tal como num RPG moderno, mas assim que se encontra um inimigo na masmorra, o jogo parte logo para o mapa tradicional em 2D. Algo novo neste jogo e que se tem vindo a ver cada vez mais em jogos da Nintendo é um sistema de conquistas, semelhante aos achievements da Microsoft e aos trophies da PSN mas exclusivo apenas ao jogo em si, denominando-se de Awards.

Os gráficos neste jogo conseguem ser surpreendentes, durante as masmorras e tem gráficos 3D muito bem conseguidos, utilizando inclusive o próprio efeito 3D do ecrã superior da consola, algo que infelizmente muitos jogos modernos têm ignorado, mas que este Fire Emblem manteve, e o melhor é que ficou bem feito, não aleijando os olhos. Já no mapa tradicional o jogo utiliza sprites 2D, algo que é indispensável num jogo desta série. Algo que achei engraçado e gostei muito foi a adaptação que fizeram para o tema sonoro deste Fire Emblem, sendo o apenas o segundo da série em que este é cantado (Fire Emblem Heroes foi o primeiro).

Echoes: Shadows of Valentia consegue capturar o charme dos Fire Emblem de GBA, talvez em tenha uma opinião com bias devido a ter jogado o meu primeiro jogo da série nessa plataforma, mas não consigo deixar de gostar deste jogo. Como não aprecio muito o modo Classic considero o modo Casual introduzido desde o FE: Awakening como algo bem-vindo, embora pessoalmente recomende que caso usem este modo de jogo, escolham a dificuldade Hard, caso contrário o jogo ficará demasiado fácil.

Fire Emblem Echoes: Shadows of Valentia, é o remake do segundo da série feito para NES, Fire Emblem Gaiden. Esta nova versão do jogo consegue ser uma lufada de ar fresco, misturando o melhor dos FE da era GBA e dos mais recentes da 3DS (Awakening e Fates), e mantendo-se fiel ao jogo original. Neste jogo acontece algo relativamente invulgar. Quando um jogo tem múltiplos protagonistas, a regra geral é escolher uma personagem, e depois joga-se o jogo pelo ponto de vista dessa personagem, sendo muitas vezes necessário voltar a jogar do inicio com as outras personagens para se observar…
Fire Emblem é uma das séries clássicas do género, o Echoes consegue capturar o charme dos jogos antigos, mas de um modo mais acessível. Recomendo tanto aos fãs da série, como a alguém que simplesmente goste de RPG’s, é o jogo ideal para ficar a conhecer esta série fenomenal.
História - 88%
Jogabilidade - 92%
Grafismo - 90%
Som - 85%

89%

Fenomenal!

Fire Emblem é uma das séries clássicas do género, o Echoes consegue capturar o charme dos jogos antigos, mas de um modo mais acessível. Recomendo tanto aos fãs da série, como a alguém que simplesmente goste de RPG’s, é o jogo ideal para ficar a conhecer esta série fenomenal.

User Rating: No Ratings Yet !

Um amante de JRPG’s, tendo um especial carinho pela época dos 16bit. As minhas séries de jogos favoritas são Dragon Quest e Super Robot Wars.

No comments

Deixe uma resposta

Video em Destaque

Parceiros