Menu

Análise PC – Fate/Extella: The Umbral Star

Fate/EXTELLA é um jogo desenvolvido pela MARVELOUS e segue os eventos de Fate/Extra e Fate/Extra CCC, sendo que ambos os jogos saíram para a PSP mas apenas o primeiro foi localizado no ocidente. O jogo foi originalmente lançado para a Playstation Vita e Playstation 4 e mais recentemente saiu também para a Nintendo Switch (versão que inclui todo o DLC gratuitamente e inclusive um fato alternativo exclusivo), e a versão para PC. É esta última que será analisada.

PSGames Power Publicidade 01

Como já referi, EXTELLA segue a história dos Fate/Extra, para quem nunca jogou os jogos da PSP, ou teve contacto algum com o universo de Fate, pode parece tudo um bocado estrango ao íncio. Servants, Holy Grail, Master, etc… tudo termos familiares para quem conhece a série, mas que podem ser bastante confusos para muitos, felizmente o jogo consegue circunvalar esse problema dando um género de amnésia ao protagonista, como tal, todos os termos e o que se tem passado será explicado ao jogador (para os jogadores experientes com o universo do jogo, é possível passar à frente a informação já conhecida). Embora a história comece de um modo tão cliché, conseque vir a ter uma explicação lógica, explicação esta que não farei, pois não quero tirar a piada a quem ainda não jogou. A história do jogo encontra-se dividiade em quatro partes, sendo que para verdadeiramente completar o jogo, será necessário completar os quatro cenários (sendo que cada um deles mostra uma perspectiva diferente dos mesmos eventos).

Ao contrário de Fate/Extra que era um RPG com combate tradicional por turnos, Fate/Extella é um jogo muito diferente, optando por um sistema de combate mais muito mais fast-paced. Tal como o Valkyrie Drive que analisei recentemente, o jogo utiliza um sistema de combate semelhante aos Dinasty Warriors, felizmente o jogo consegue puxar bem o género, cada personagem jogável tem um estilo, uma transformação e um finisher diferente. Um personagem com quem gostei muito de jogar foi o Lancer Cú Chulainn, normalmente não sou muito fã dele no universo da série, mas neste jogo tem um estilo de combate rápido e ideal para derrotar dezenas de inimigos de uma só vez, o que o torna bastante útil e interessante de jogar.

Os gráficos neste jogo não são nada por aí além, no entanto conseguem ser bastante agradáveis. Mesmo durante o combate, com o mapa cheio de centenas de inimigos ao mesmo tempo, o jogo corre perfeitamente normal sem problema algum, quer seja a nível gráfico ou de performance. Já no que toca ao áudio o jogo superou as minhas expectativas, a variedade da música é imensa, desde faixas de áudio com música pop a estilos mais clássicos como música gregoriana, apesar de muitos estilos diferentes, a qualidade não diminuiu. Pessoalmente gostei de todas as faixas que ouvi, mas ainda existem muitas outras que não ainda não consegui desbloquear.

É-me difícil dar uma síntese imparcial sobre o jogo pois sou um grande fã da série, adorei o jogo da PSP, e por muito diferente que este tenha sido, o sentimento foi o mesmo. As personagens, apesar muitas, têm personalidades distintas e fáceis de identificar, a Nero por exemplo tem uma personalidade fogosa muito difícil de esquecer. A história é excelente, os gráficos são razoáveis, o que é compreensível dado ser um port, a música é bastante diversa e temática e o combate está repleto de diversão. O único senão que posso apontar é o facto de ser um jogo muito texto-heavy, uma missão demora em média uns 30 minutos, 10 minutos dos quais serão passados a ler (para mim é algo positivo, mas para quem não está habituado a Visual Novels e RPG’s, pose ser um bocado pesado).

Fate/EXTELLA é um jogo desenvolvido pela MARVELOUS e segue os eventos de Fate/Extra e Fate/Extra CCC, sendo que ambos os jogos saíram para a PSP mas apenas o primeiro foi localizado no ocidente. O jogo foi originalmente lançado para a Playstation Vita e Playstation 4 e mais recentemente saiu também para a Nintendo Switch (versão que inclui todo o DLC gratuitamente e inclusive um fato alternativo exclusivo), e a versão para PC. É esta última que será analisada. Como já referi, EXTELLA segue a história dos Fate/Extra, para quem nunca jogou os jogos da PSP, ou teve contacto algum com…
Fate/Extella é um excelente jogo que recomendaria a qualquer um, quer pela história ou pela jogabilidade.
História - 88%
Jogabilidade - 90%
Grafismo - 75%
Som - 85%

85%

Excelente!

Fate/Extella é um excelente jogo que recomendaria a qualquer um, quer pela história ou pela jogabilidade.

User Rating: No Ratings Yet !

Um amante de JRPG's, tendo um especial carinho pela época dos 16bit. As minhas séries de jogos favoritas são Dragon Quest e Super Robot Wars.

No comments

Deixe uma resposta

Video em Destaque

Parceiros