Menu

Análise PS Vita – Super Robot Wars V

Super Robot Wars é uma das minhas séries favoritas (andando de mão em mão com Dragon Quest), sendo que Super Robot Wars V, é o mais recente acréscimo a esta série de longa data que celebra com este jogo os seus 25 anos. O jogo conta com uma longa lista de series presentes, incluindo alguns nomes como Gundam Seed, Evangelion, Mazinger Z, Martian Sucessor Nadesico e Full Metal Panic!. Foi lançado no dia 23 de Fevereiro deste ano para a Playstation 4 e Playstation Vita (não existindo diferença nenhuma entro os jogos, além dos tempos de carregamento e melhorias visuais) no dia 23 de Fevereiro de 2017, foi a primeira vez que um jogo desta série saiu em Inglês ao mesmo tempo que a versão japonêsa, e também a primeira vez que um jogo ‘mainline’ da série (não incluindo os Original Generation), é oficialmente lançado em inglês.

A história segue as aventuras de um dos dois protagonistas Soji Murakumo e Chitose Kisaragi, sendo que na minha playthrough escolhi o Soji. A história torna-se previsível, especialmente para quem já tenha jogado jogos da série, resumidamente, após um ataque inesperado o nosso protagonista dá-se com o Vangrey, um mecha extremamente difícil de controlar e com um sistema operativo deveras invulgar, sendo que este é na realidade uma inteligência artificial extremamente desenvolvida, parecendo até humana. A partir daí começam então as aventuras de Soji (ou de Chitose), encontrando-se e lutando lado a lado com personagens de diferentes séries e universos (incluindo diversas séries Gundam que se passam em diferentes universos). O jogo tem no total 51 níveis da história principal, mas além desses tem também muitos níveis e personagens secretos pelo meio. Existem algumas pequenas falhas na tradução, sendo na maioria dos casos erros simples talvez devido à pressa para a terminar antes do lançamento do jogo (dado a imensidade de texto presente, é compreensível).

SRW é uma série semelhante a Fire Emblem e Final Fantasy Tactics, sendo também um RPG tático. O que o distingue de outros jogos do género é o facto de incluir sempre séries de animes com robôs gigantes, sendo que são estes robôs que iremos realmente controlar para derrotar os robôs dos nossos inimigos. Para quem conhece a série já sabe o que esperar, os personagens sobem de nível com a sua utilização, enquanto que os robôs só ficam mais fortes à pala de upgrades e equipamento, sendo que cada incremento de um upgrade fica mais caro que o prévio. Tirando as naves espaciais, existem dois tipos de unidades principais no jogo, dividindo-se entre Real Robots, e Super Robots, simplificando isto para quem nunca viu estes termos, os Super Robots (i.e. Mazinger, Evangelion) são mechas absurdos, com ataques extremamente poderosos e com muita defesa e vitalidade, robôs que cientificamente não fazem sentido algum (mesmo nos universos das séries), já os Real Robots (i.e. Gundams) são mechas mais realistas (até um certo ponto), e embora sejam mais frágeis, mais do que compensam pela sua agilidade e acurácia. Outro ponto importante a referir, é que além do combate, o jogo tem uma narrativa muito longa, tendo o jogador de ler em média uns 15 minutos, antes de cada nível começar, isto tudo num estilo semelhante às visual novels, para quem só quiser jogar, é possível avançar e saltar a história sem consequência alguma.

O jogo é na sua maioria 2D, com excelentes animações e arte, nos mapas de combate o jogo vira então para um género de 2.5D, tendo um mapa tridimensional e os personagens em 2D. A arte é muito variada, mantendo-se fiel ao estilo utilizado em cada uma das séries originais, sendo que para as mais antigas a arte foi completamente recriada. Tirando a excelente arte e animação do jogo, a sua banda sonora é talvez o ponto mais forte do jogo. Para além dos excelentes arranjos para cada uma das séries presentes (na sua maioria das aberturas do anime), as próprias músicas originais, incluindo a abertura temática do jogo cantada pelo grupo JAM Project são uma delícia de se ouvir. Como alguém que aprecia a banda sonora de jogos, esta é sem dúvida a minha favorita deste ano.

SRW é, como referi, uma das minhas séries favoritas e como tal é difícil retirar a minha admiração e fazer uma análise fria e dura. A história do jogo, para quem não conhece as personagens destas séries, pode-se tornar extremamente complicada, felizmente o jogo inclui um sistema de introdução a cada personagem que surge na série, sendo possível assim aprender a história pessoal de cada uma das personagens presentes na série, mas mesmo assim, é um bocado estranha, dado que toda esta aventura decorre em três universos paralelos. Para quem já jogou outros jogos desta série, a história torna-se cada vez mais previsível e enquanto para mim, é algo de que gosto, para outros pode causar simplesmente tédio. Tirando o ponto mais fraco da sua narrativa, o jogo é extremamente agradável e recomendo a qualquer fã de RPG’s, as animações e as músicas estão na sua grande parte, muito boas (tirando alguns casos em que as animações foram retiradas do anime, como o caso de Cross Ange, em que a animação é muito diferente da restante do jogo), a mecânica do jogo em si é excelente também, embora o jogo em si não seja difícil, e no seu core seja um SRPG relativamente acessível, colecionar todos os pontos SR (cada nível tem missões opcionais que vão gradualmente aumentando a dificuldade, sempre que se conclui um nível com essas missões feitas, recebe-se um ponto SR) pode-se tornar algo desafiante. No meu caso não consegui 4 pontos SR do total de 51.

Nota: As capturas de ecrã apresentadas, podem estar a representar a versão PS4, sendo que a diferença entre ambas é mínima.

Super Robot Wars é uma das minhas séries favoritas (andando de mão em mão com Dragon Quest), sendo que Super Robot Wars V, é o mais recente acréscimo a esta série de longa data que celebra com este jogo os seus 25 anos. O jogo conta com uma longa lista de series presentes, incluindo alguns nomes como Gundam Seed, Evangelion, Mazinger Z, Martian Sucessor Nadesico e Full Metal Panic!. Foi lançado no dia 23 de Fevereiro deste ano para a Playstation 4 e Playstation Vita (não existindo diferença nenhuma entro os jogos, além dos tempos de carregamento e melhorias visuais)…
SRW V é um jogo que recomendo a todos os fás de RPG’s, especialmente para fãs de animes com robôs gigantes e para fãs de jogos como Fire Emblem e Final Fantasy Tactics.
História - 74%
Jogabilidade - 86%
Grafismo - 89%
Som - 97%

87%

Recomendado!

SRW V é um jogo que recomendo a todos os fás de RPG’s, especialmente para fãs de animes com robôs gigantes e para fãs de jogos como Fire Emblem e Final Fantasy Tactics.

User Rating: No Ratings Yet !

Um amante de JRPG’s, tendo um especial carinho pela época dos 16bit. As minhas séries de jogos favoritas são Dragon Quest e Super Robot Wars.

No comments

Deixe uma resposta

Video em Destaque

Parceiros