Menu

Análise PS3/PS4/PS Vita – 99Vidas

99Vida, um Beat ‘em Up cheio de classic feel, vindo do estúdio Brasileiro QUByte Interactive, feito em parceria com a equipa do podcast 99Vidas e que saiu recentemente na PS Vita, PS4 e PS3 (isto nas consolas PS), sendo ainda um cross-buy entre as 3 plataformas, chegando ao ponto de ter cross-play online e ainda um sistema de cross-save.

A premissa é simples, o nosso carro avaria junto a uma cidade, e precisamos de entrar em buscar de um mecânico, mas a cidade está fechada sob a alçada do kingpin da mesma, e dando esta introdução, iniciamos um caminho de destruição em perseguição a este rei do crime, com muito combate pelo meio, mas apesar desta pequena premissa, que é habitual nos Beat ‘Em Ups até certo ponto, termos uma plot line simples de apanhar e rápida de se saber, pelo meio da nossa jornada por cada stage do jogo acabamos, está claro, a defrontar um boss que é sempre um dos lideres do gang deste temível kingpin, e de notar que cada um destes personagens tem realmente uma personalidade única a meu ver, gostei bastante da apresentação deles e os combates eram sem dúvida desafiantes, desde um homem que arremessa uma criança que carrega às costas na nossa direção no topo de um comboio, até a um outro grande, musculado, enfiado dentro de fato de gorila e que atira peixes na nossa direção. Fora isto temos uma boa variedade de inimigos em cada stage, basicamente vamos recebendo uma nova forma de inimigo em cada um, e cada forma costuma ter 2 variantes sempre e que variam um pouco os danos que fazem para além da sua agressividade e aparência.

A jogabilidade é muito boa, o habitual, temos um light attack e um heavy one, alguns ataques especiais, combos, e podemos mover-nos no cenário que é em formato 2D side scroller, vamos tendo até alguns eventos interativos, e temos inicialmente 4 personagens e algumas extra bloqueadas, cada personagem difere nos seus moves, e para além dos stages normais temos ainda dois extra que não percebi se tínhamos de manter algum nível de pontuação ou performance para os desbloquear, sendo que eu a mim não tive nenhum impedimento, mas de notar que são ambos fenomenais, um com um look à Tron direi eu, e outro que nos apresenta todo o cenário e personagens num formato de desenho a 100% em rabiscos ainda, tendo até canetas e lápis espalhados em plano de ecrã. Para além disto o nosso score no final de cada stage serve para evoluir os nossos combos e ataques, para fazerem mais danos, e mesmo para comprar vidas extra.

Acho que a grande pergunta poderá ser, até que ponto é este um jogo que valha a pena, e devo responder que quem adora jogos como Streets of Rage, Final Fight, etc…, vai encontrar uma jornada com muita nostalgia e qualidade, que se diversifica de todos estes com uma personalidade própria, mas que invoca sem dúvida o sentimento, e sente-se muito isso a nível visual, e nas faixas de música, que estão fenomenais, não consigo deixar de dizer vezes suficientes o quanto sentia memórias a vir ao de cima sobre o Streets of Rage 2 ao estar a passar por certas secções mais citadinas do 99Vidas.

Este é uma homenagem fantástica aos clássicos do Beat ‘em Up, mas que consegue ter a sua própria personalidade, recheada de qualidade e que deve constar na vossa biblioteca em qualquer uma das plataformas em que se encontra disponível, ou em todas mesmo, é daqueles jogos que nunca cansa, e devo dizer que o formato em que me deu mais prazer jogar foi na Vita, o co-op só lhe dá mais vida, tal como antigamente não há nada melhor que entrar em co-op com até mais 3 jogadores, localmente ou online para espalhar o caos entre o gang desta aventura de muita porrada.

99Vida, um Beat ‘em Up cheio de classic feel, vindo do estúdio Brasileiro QUByte Interactive, feito em parceria com a equipa do podcast 99Vidas e que saiu recentemente na PS Vita, PS4 e PS3 (isto nas consolas PS), sendo ainda um cross-buy entre as 3 plataformas, chegando ao ponto de ter cross-play online e ainda um sistema de cross-save. A premissa é simples, o nosso carro avaria junto a uma cidade, e precisamos de entrar em buscar de um mecânico, mas a cidade está fechada sob a alçada do kingpin da mesma, e dando esta introdução, iniciamos um caminho de…
Uma homenagem completa aos clássicos, como fã de SOR não consegui largar este jogo único e fenomenal, só gostava que fosse talvez um pouco mais longo.
Longevidade - 83%
Jogabilidade - 85%
Grafismo - 92%
Som - 86%

87%

Fenomenal!

Uma homenagem completa aos clássicos, como fã de SOR não consegui largar este jogo único e fenomenal, só gostava que fosse talvez um pouco mais longo.

User Rating: No Ratings Yet !

Sou aquele gajo que ama RPG’s, mas que nunca terminou o FFVII, que acha o Fallout 2 o melhor jogo de sempre, o GBC a consola que nunca foi superada (muito Pokémon na altura :P, mas devo confessar que atualmente de eleição é a PS3, mas GBC é aquela coisa) e que tem como eleição a PlayStation.

No comments

Deixe uma resposta

Video em Destaque

Parceiros