Menu

Análise PS4 – Samurai Shodown V Special

Um dos clássicos da Neo Geo regressa na PS Vita e PS4, Samurai Shodown V regressa numa versão Special triufante à geração atual, com toda a jogabilidade clássica e desafiante.

Um bocado dificil apanhar screens em movimento, dai o desfoque.

A SNK volta a relançar um clássico de combate oriental, com base no tempo de samurais, SSV Special entrega-nos uma experiência desafiante capaz de superar sem dúvida o desafio e qualidade de outros do seu tempo e mesmo os mais atuais. É nos dáda a experiência regular no modo Normal, com o modo arcada em que escolhemos de entre um roster de 28 lutadores nos quais se incluem mesmo bosses de jogos anteriores, e seguimos numa desafiante jornada de combate contra o CPU em que apesar de os combos não serem muitos tornam-se essênciais de se aprender, para conseguir sobreviver, a AI é imperdoável, e a nossa habilidade é posta à prova e torna-se obrigatório aprender os momentos certos para atacar e defender embora hájam mesmo adversários em que nos temos de adaptar rápido pois mudam toda a estrutura do combate, seja com poderes de magia, ou uso de arco e flecha em vez de katanas. Claro que nos é dado um modo de prática para podermos aprender os combos e tentar apanhar um bom ritmo com uma personagem, pelo menos para sobreviver o melhor possível, e mesmo aprender a fazer uso do rage meter e do modo explosion que permitem certos combos especiais, e mesmo a fazer o impiedoso Overkill que é um One Hit Kill combo que aqui regressa com a sua apresentação original de arcada e sem censura, sendo que temos uma apresentação original e sangrenta no final do dia.

Para além disto temos ainda recompensas por alcançar certos objetivos no modo galeria, em que desbloqueamos colecionáveis como artwork, temos um sistema de ranking online, bem como um modo online a fazer contraste com o modo versus offline, pena que esteja vazio atualmente, é uma boa adição que merecia mais uso. Recebemos ainda troféus que apesar de poucos são desafiantes, sendo que é um leque de troféus de terminar o modo arcada com cada um dos personagens, e ainda 3 para o MP Online.

A nível visual contamos com o seu aspeto de sprites fenomenais, e uma fluídez única, desde os cenários aos combatentes e efeitos dos ataques, é tudo uma experiência de se admirar, única de se ver e apreciar, com uma ost fenomenal a acompanhar os ambientes do jogo e a sua nostalgia, uma particularidade interessante é que podemos definir qual faixa queremos a tocar no menu, pode não parecer nada de mais mas é bastante agradável sem dúvida. Depois acabamos a ter aquelas opções mais habituais, como jogar numa caixa pequena ou grande, com artwork a fazer o fundo exterior e que podemos personalizar de entre um leque de fundos, podemos pôr full screen, que não fica nada mau por acaso, temos ainda hipótese de ajustar scan lines e mesmo de suavizar a imagem do jogo.

Em conclusão a SNK fez muito bem em relançar este clássico de luta, que merecia mais atenção por parte dos jogadores que podem disfrutar na sua consola em casa, ou na rua na portátil, é ideal para serões ou sessões rápidas, em especial para quem procura desafio e pericia. Samurai Shodown V faz um regresso a meu ver triunfante.

Um dos clássicos da Neo Geo regressa na PS Vita e PS4, Samurai Shodown V regressa numa versão Special triufante à geração atual, com toda a jogabilidade clássica e desafiante. A SNK volta a relançar um clássico de combate oriental, com base no tempo de samurais, SSV Special entrega-nos uma experiência desafiante capaz de superar sem dúvida o desafio e qualidade de outros do seu tempo e mesmo os mais atuais. É nos dáda a experiência regular no modo Normal, com o modo arcada em que escolhemos de entre um roster de 28 lutadores nos quais se incluem mesmo bosses…
Samurais, desafio, aspeto fenomenal, ost deslumbrante, não sei o que apontar mais a não ser o roster de 28 combatentes, para dizer que este é um regresso bem merecido deste clássico da Neo Geo.
Longevidade - 87%
Jogabilidade - 90%
Grafismo - 88%
Som - 84%

87%

Desafiante!

Samurais, desafio, aspeto fenomenal, ost deslumbrante, não sei o que apontar mais a não ser o roster de 28 combatentes, para dizer que este é um regresso bem merecido deste clássico da Neo Geo.

User Rating: No Ratings Yet !

Sou aquele gajo que ama RPG’s, mas que nunca terminou o FFVII, que acha o Fallout 2 o melhor jogo de sempre, o GBC a consola que nunca foi superada (muito Pokémon na altura :P, mas devo confessar que atualmente de eleição é a PS3, mas GBC é aquela coisa) e que tem como eleição a PlayStation.

No comments

Deixe uma resposta

Video em Destaque

Parceiros