Menu

Análise PS4 – The Long Dark: Episode 2 – Luminance Fugue

Após a minha análise ao primeiro episódio de The Long Dark Wintermute, chega a altura de partilhar a minha opinião sobre a sua continuação que vem já disponível no jogo base, em termos de jogabilidade abordei de uma maneira mais detalhada as suas bases na primeira review, pelo que fica aqui o link para quem quiser ler ou rever, sendo que aqui vamos ver como se desenvolve mais a nossa história.

A plot continua, está claro, onde termina a anterior, a nossa jornada leva-nos portanto a salvar um caçador chamado Jeremiah, que sobrevive por pouco a um confronto com um urso, graças a nós claro. Depois de levado de volta para a sua cabana cabe-nos a nós procurar suplementos médicos para tratar os seus ferimentos, sendo que no processo após isto, e após uma breve conversa, ambos chegam a um consentimento, pois nós precisamos de poder continuar a nossa jornada em busca de Astrid, mas com aquele urso a vaguear a floresta o nosso caminho está impedido, e Jeremiah precisa de se ver livre dele para a estabilidade voltar à floresta em si, sendo que este objetivo comum vai levar-nos a vaguear por uma área bem mais expansiva que o primeiro episódio, no meio de perigos mais acentuados como lobos mais agressivos que no primeiro episódio.

The Long Dark_20170919160349

A jogabilidade aqui ganha uma nova perspetiva, e porquê? Simples, enquanto que no primeiro jogo tínhamos uma vida mais facilitada, neste segundo episódio temos uma área de exploração substancialmente maior, até mesmo novas zonas acessíveis, os lobos são mais agressivos, e as condições meteorológicas fazem-se sentir com mais força, o que nos leva a ter realmente de desenvolver as nossas habilidades de sobrevivência, enquanto que no primeiro pouco ou nada nos afastávamos de habitações, a não ser que o quiséssemos fazer, aqui já somos levados a jornadas maiores, com condições de tempo mais drásticas, como nevões, em que erros da nossa parte se fazem pagar caros, e que se dia já pode ser complicado, de noite com um nevão não vemos nada com ou sem luz, e torna-se bastante fácil perdermo-nos no meio da floresta.

Visualmente o jogo continua a ser magnifico de se ver e apreciar, até os pequenos detalhes como as árvores a mexerem-se com a força do vento durante nevões é algo interessante de se observar, que combinado claro com os sons realísticos do ambiente e dos animais continuam a dar uma perspetiva mais realista, a um jogo que nos quer sem dúvida passar uma experiência de survival acima da média.

Em suma o jogo continua no segundo episódio com a qualidade do primeiro e o facto de puxar mais por nós só melhora a experiência em si, puxando mais às suas mecânicas de survival, que a meu ver, estabelecem sem dúvida uma nova base do que devemos considerar jogo de survival.

Após a minha análise ao primeiro episódio de The Long Dark Wintermute, chega a altura de partilhar a minha opinião sobre a sua continuação que vem já disponível no jogo base, em termos de jogabilidade abordei de uma maneira mais detalhada as suas bases na primeira review, pelo que fica aqui o link para quem quiser ler ou rever, sendo que aqui vamos ver como se desenvolve mais a nossa história. A plot continua, está claro, onde termina a anterior, a nossa jornada leva-nos portanto a salvar um caçador chamado Jeremiah, que sobrevive por pouco a um confronto com um…
Este segundo episódio continua a demonstrar a qualidade que se viu no primeiro, e sem dúvida que acentua mais o fator sobrevivência, que me deixou bastante impressionado no primeiro.
História - 87%
Jogabilidade - 90%
Grafismo - 88%
Som - 87%

88%

Interessante!

Este segundo episódio continua a demonstrar a qualidade que se viu no primeiro, e sem dúvida que acentua mais o fator sobrevivência, que me deixou bastante impressionado no primeiro.

User Rating: No Ratings Yet !

Sou aquele gajo que ama RPG’s, mas que nunca terminou o FFVII, que acha o Fallout 2 o melhor jogo de sempre, o GBC a consola que nunca foi superada (muito Pokémon na altura :P, mas devo confessar que atualmente de eleição é a PS3, mas GBC é aquela coisa) e que tem como eleição a PlayStation.

No comments

Deixe uma resposta

Video em Destaque

Parceiros