Menu

Análise PS4/PS Vita – Twin Robots

Twin Robots foi recentemente publicado na PS4 e Vita pela Ratalaika Games, mais um jogo da moda dos puzzlers, nele controlam dois robôs ao longo de uma série de puzzlers, mas não se fica como algo com replay value, ou sequer que dê muita vontade de terminar uma vez sequer.

Basicamente o jogo centra-se no controlo de dois personagens para conseguirem finalizar os níveis, avançam com um até quase ao final dos mesmos onde acionam um botão que vai soltar o outro da sua jaula, em que inicia sempre o jogo, e na qual o teto da mesma está a descer, se não o soltarem o mesmo é esmagado, sendo que é possível terminar os níveis só com um personagem, ou seja aqui encontramos uma contradição, um jogo que tem o intuito de usar os dois personagens acaba fazer com que seja possível terminar níveis com um só. Cada robô tem uma barra de energia que não inicia completa e que se gasta com os vossos movimentos e saltos, saltos esses que podem ressaltar nas paredes ou agarrar-se a extremidades de elevações para escalar, a nível de jogabilidade nada muda entre a versão de PS4 ou da Vita, mantém-se tudo igual bem como os níveis do jogo em questão.

Em termos de desafio não me pareceu nada de mais em si, algo até bastante acessível sendo que os níveis vão ganhando novas armadilhas, de laser, buracos da morte, etc…, e mudando o seu esquema de design, e tendo em conta o fator de esgotamento de energia têm uma quantidade de recarregamento da mesma através de liquido azul largado no chão do cenário bastante generosa, fora que podem em cada nível encontrar uma pilha que vos recarrega a energia por completo e funciona como collectibles do jogo, podem ainda transferir energia de um robô para o outro pressionando o triângulo, mas se pretendem terminar certos níveis com um só, não deveria ser conveniente gastarem ou desperdiçarem muita energia, pois no final dos níveis têm de transferir parte dela para acionar o mecanismo de abertura da porta de saída, mas tal como disse têm uma quantidade generosa de recarregamento, o que tirara um pouco do possível desafio de controlar o desperdício.

Visualmente a versão mais agradável à vista encontra-se na PS4, apesar do design simples dos modelos do jogo, na Vita acabam com uma versão um bocado áspera digamos assim, dos mesmos, sendo que na PS4 encontram a versão mais suave, a nível de OST até é algo agradável de se ouvir tendo em conta o ambiente tecnológico do jogo, e fica como um dos pontos fortes da experiência.

O jogo acaba a ser interessante para umas jogatinas rápidas mas tmais direcionado a mais novos, não se apresenta como um desafio por ai além para os mais graúdos e para quem procura desafio real, é uma experiência engraçada ao inicio mas derradeiramente torna-se monótona, em especial para quem costume jogar o género com frequência, a adição de controlo duplo pouco ou nada acrescenta de desafio ao jogo, sem falar que pode ser ignorado praticamente por completo, também podem jogar cooperativamente com MP local, um sistema de crossplay entre as duas plataformas teria sido interessante em vez de bloquear a mesma à plataforma em questão, mas o jogo também não ganha nada de mais deste sistema.

Twin Robots foi recentemente publicado na PS4 e Vita pela Ratalaika Games, mais um jogo da moda dos puzzlers, nele controlam dois robôs ao longo de uma série de puzzlers, mas não se fica como algo com replay value, ou sequer que dê muita vontade de terminar uma vez sequer. Basicamente o jogo centra-se no controlo de dois personagens para conseguirem finalizar os níveis, avançam com um até quase ao final dos mesmos onde acionam um botão que vai soltar o outro da sua jaula, em que inicia sempre o jogo, e na qual o teto da mesma está a…
Basicamente fica como talvez uma experiência interessante para os mais novos até certo ponto, quem esteja habituado, ou mesmo quem não esteja não vai encontrar aqui nada demais, simplesmente fica-se como um jogo que tem falta de mais dinamismo talvez, o uso de controlo duplo de personagens está muito mal aproveitado.
Diversidade - 66%
Longevidade - 52%
Jogabilidade - 66%
Grafismo - 65%
Som - 75%

65%

Engraçado!

Basicamente fica como talvez uma experiência interessante para os mais novos até certo ponto, quem esteja habituado, ou mesmo quem não esteja não vai encontrar aqui nada demais, simplesmente fica-se como um jogo que tem falta de mais dinamismo talvez, o uso de controlo duplo de personagens está muito mal aproveitado.

User Rating: No Ratings Yet !

Sou aquele gajo que ama RPG’s, mas que nunca terminou o FFVII, que acha o Fallout 2 o melhor jogo de sempre, o GBC a consola que nunca foi superada (muito Pokémon na altura :P, mas devo confessar que atualmente de eleição é a PS3, mas GBC é aquela coisa) e que tem como eleição a PlayStation.

No comments

Deixe uma resposta

Video em Destaque

Parceiros