Menu

Reportagem – IberAnime Lx2014 – 10-05-2014

(Republicação de um artigo de 2014)

PSGames Power Publicidade 01

IberAnime: O Espaço para viver as Fantasias!

Texto: Fernando da Silva
Fotos: Rosa Castro
Edição: Édi Fernandes

No fim-de-semana de 10 e 11 de Maio, realizou-se mais uma edição do IberAnime Lx. Com a oferta que a edição deste ano apresentava, o entusiasmo e expectativas eram grandes, e foi com esse ânimo que a PSGames Power foi visitar este evento.

À chegada, ainda as portas tinham acabado de abrir, havia já uma fila gigantesca que se alongava entre o Pavilhão Altântico e o Centro Comercial Vasco Da Gama. Apesar da espera sob aquele sol que começava a queimar, o ambiente mantinha-se animado e de confraternização. Com os primeiros Cosplayers que iam aparecendo, aproveitava-se assim para começar as tirar as primeiras às nossas personagens favoritas. A entrada complicou-se um pouco mais dentro do recinto, e antes de nos atribuírem as pulseiras do evento. Mesmo assim o staff responsável conseguia manter um bom fluxo e a espera acabou por não ser em demasia. Já no espaço da feira consegui tomar um café e entretanto era quase hora de um dos eventos que mais esperava, a conversa de História do Videojogos por Ivan Barroso. Depois de uma passagem rápida pelo stand da PressPlay, e perguntar a várias pessoas onde era o palco secundário, lá consegui descobrir onde era, mas havia muita gente e não foi tarefa fácil lá chegar. A plateia estava muito atenta, e Ivan Barroso conseguiu manter do início ao fim uma apresentação interessante e passar de uma forma clara a génese dos JRPG’s. Foi de facto uma excelente aula sobre a qual, por motivos óbvios tinha muita interesse, e depois deste momento, era altura de mais calmamente ir conhecer o resto da feira.

Algo que saltava logo à vista era o tamanho do evento. Com dois palcos e um auditório recheados de actividades várias, desde worshops de Cosplay, Para Para Dance a introdução ao Desenho Manga, mais os stands e actividades espalhadas por toda a feira, havia muito para ver e fazer. Decidi neste momento afastar-me um pouco das actividades nos palcos e ver a feira em si.  No que toca a Stands, havia oferta para todos os gostos, desde os mais conceituados a uns que sinceramente me eram desconhecidos por completo. Entre collectibles de anime/ manga, trading card games e retrogaming de certo que se encontrava alguma coisa para o nosso gosto. Havia também um espaço considerável para os aficionados dos mais variados jogos de tabuleiro, exposição de fatos de cosplay, um mini palco dedicado ao Karaoke e a já habitual presença do stand da embaixada do Japão. No que toca a gaming, havia disponível uma área dedicada com várias Xbox360 e outra ás consolas da Nintendo com os sistemas WiiU e 3DS’s para quem quisesse experimentar. Confesso que neste departamento senti uma certa desilusão pela ausência da marca PlayStation, que quanto a mim deveria ter marcado presença. Quanto a retrogaming podíamos encontrar um espaço mais acolhedor numa das extremidades do pavilhão, onde podíamos desafiar amigos para umas partidas em jogos clássicos.

Depois do almoço e de agradáveis conversas com alguns cosplayers que fui encontrando, resolvi espreitar a eliminatória da Cosplay World Masters, onde apesar do esforço para conseguir encontrar a um lugar com melhor visibilidade, ainda me consegui deslumbrar com a prestação de Shappi com Battleborn Kayle de League of Legends e Elena Tarasenko com a sua Barbarian de Diablo III.

Faltava agora outro momento pelo qual aguardava. A presença em palco de Henrique Feist (voz do Son Goku versão portuguesa) para uma entrevista e possivelmente um recordar de alguns momentos e falas icónicos das séries Dragon Ball.

Enquanto se aguardava por Henrique Feist ainda houve tempo para um divertido momento de Kiss Cam, e após várias tentativas frustradas e hilariantes, o gelo quebrou-se na sala e a amor estava mesmo no ar.

Foi então momento de ceder o palco ao dono da produtora responsável pelo IberAnime, André Manz, que apresentou Henrique Feist e coloco-lhe quatro perguntas, recolhidas de entra várias feitas a fãs da série Dragon Ball. Henrique Feist estava eléctrico e foi com muita boa disposição que foi recordando alguns dos momentos mais marcantes da série. Subitamente uma surpresa! Henrique Feist não estava só, e chama ao palco uma outra estrela que nos marcou do tempo que as aventuras de Goku e amigos foram transmitidas. Nada mais, nada menos que Ricardo Spinola, responsável pela voz de personagens como Frieza, Tartaruga Genial entre outros. O público estava entusiasmado e era agora dada a oportunidade a alguns dos fãs colocarem as suas perguntas directamente.

Foi quando o ambiente estava a ficar mais morno, que fomos brindados com outra surpresa. Hironobu Kageyama foi chamado para partilhar o palco com as estrelas portuguesas e “duelar” com Henrique Feist pelo mais potente kamehameha. O nosso Goku não se intimidou e soltou um potente kamehameha digno dos momentos mais épicos do Dragon Ball. Antes ainda de o palco ser cedido a Kageyama para o warm-up do seu o concerto do dia seguinte, o “duelo” não terminou sem antes deslumbrarem os fãs ao executarem o “golpe” em conjunto.

Com o palco agora todo só para si Kageyama mostrava-se enérgico com os seus temas das séries Dragon Ball e Saint Seiya (Cavaleiros do Zodíaco), e puxava pelo público numa interpretação como que se de o concerto principal se tratasse. Foi uma boa demonstração que pessoalmente deixou-me com bastante vontade de voltar no dia seguinte. Infelizmente tal não foi possível, e fico a pensar em como terá sido o espectáculo principal. Contente com a visita era chegada a hora de abandonar o evento.

Depois deste dia bem passado no IberAnime, fico contente ao perceber até que ponto o evento cresceu e aprendeu. Espero que assim continue. Acompanho o IberAnime em Lisboa desde que apareceu (com excepção da edição de 2013), e é sem dúvida, o maior evento do género em Portugal.

O ponto de partida pode ter sido a cultura pop do Japão moderno, mas hoje em dia é mais do que isso! É um celebrar de várias formas de entretenimento da chamada cultura geek, de universos fantásticos do oriente ao ocidente, filmes, gaming, comics, e é com grande agrado que vejo essa diversidade acontecer dentro do mesmo evento. Espero que continue a aumentar os seus padrões de qualidade e a crescer.

O IberAnime é um evento para toda a família e um espaço para vivermos as nossas fantasias.

Terminamos com mais umas fotos do evento. (Podem ver as fotos aqui)

Não se esqueçam de comentar no final do artigo o que acharam da reportagem, se estiveram ou não presentes no IberAnime Lx2014 e se concordam com a nossa opinião.

Sou aquele gajo que ama RPG's, mas que nunca terminou o FFVII, que acha o Fallout 2 o melhor jogo de sempre, o GBC a consola que nunca foi superada (muito Pokémon na altura :P, mas devo confessar que atualmente de eleição é a PS3, mas GBC é aquela coisa) e que tem como eleição a PlayStation.

No comments

Deixe uma resposta

Video em Destaque

Parceiros