Menu

Reportagem – Oeste Games Festival 2017

A primeira edição do Oeste Games Festival decorreu no passado fim de semana, e nós juntamente com os Retro Diggers PT fomos convidados pela organização do mesmo a estar presentes, pelo que desde já deixamos um obrigado em especial ao João “Dustfinger” Figueiredo pelo convite, sendo que fui eu por parte aqui da equipa e pelos Diggers, bem como o Carlos Leal dos Diggers.

@RetroDiggersPT – facebook.com/RetroDiggersPT

Nós pudémos estar lá no Domingo 26, sendo que o evento decorreu nos dias 25 e 26. Ao chegar ao evento era por volta ainda da hora de almoço, e estava de chuva, pelo que digo isto de maneira a entrar com o facto de nessa altura ainda não estar muita gente no mesmo. Das primeiras coisas que fizemos ao entrar no evento foi mesmo verificar o espaço, pelo que logo na entrada encontrámos algumas bancas de venda a serem geridas por malta que poderão conhecer do mundo gaming, como o Manuel Araujo, Gil Fragata (Retro Stu) e André Santos, mas não só. Haviam algumas consolas em exposição e prontas a correr como uma Mega Drive com Mortal Kombat 3, um PC que tinha um simulador de voo, uma PS1 e não só, havia ainda uma pequena exposição de consolas e alguns jogos clássicos, mas a grande atenção esteve sem dúvida nas mesas de competição de CS GO e LoL, pelo que ao inicio da tarde e no decorrer da mesma a imagem mais vazia do pavilhão começava-se a preencher de gente, tanto adultos como crianças, bem como adolescentes para participar nos dois torneios em que para espanto até da organização, tanto num como noutro os vencedores eram residentes locais da Lourinhã. Tínhamos também algumas máquinas de pinball no espaço, sendo uma delas do famoso Dirty Harry, ainda vimos algum cosplay da famosa série Naruto por parte da Xenaspring.

@RetroDiggersPT – facebook.com/RetroDiggersPT

No fim do dia podemos dizer que perdemos umas quantas horas na banca da RetroShop, sendo que na presença do Ricardo Saraiva da mesma, foi dada uma explicação extensiva e detalhada bem como demonstração do funcionamento de alguns dos seus produtos, como o Mega Everdrive, ou a maquina maravilha Myst, em que na mesma banca o público podia testar, o que acabava por ser bastante engraçado e interessante ver crianças até aos 10 anos a jogar jogos como Sonic the Hedgehog ou Afterburner, e a divertirem-se, mas em conclusão a nossa atenção esteve na Myst, capaz de emular jogos da Commodore Amiga, Atari, e não só, foram um par de horas ali à conversa em especial o Carlos, e a mesma só fascinava, no meio disto tudo ainda tivemos tempo de dar umas jogatanas, eu andando de volta de uma Mega Drive no Shinobi 3, Mortal Kombat e numas partidas de vs no MK3, e o Carlos a jogar Turrican 2, ainda estive também de volta do Blasing Lazers na Turbografx, tendo eu um especial carinho por shooters verticais.

@RetroDiggersPT – facebook.com/RetroDiggersPT

Em suma foi um evento que correu bastante bem para primeira edição, é bom começar a diversificar eventos de gaming pelo país, quebrando a rotina de serem só em sítios principais, este teve um especial destaque no Retro gaming o que é excelente, pela conversa que tivemos com o João no próximo ano vai haver mais e melhor, este realmente fica como um evento dedicado ao gaming ao contrário do que se acaba a ver noutros e é algo que tem de ser dito. Agradeço em nome da equipa PSGames Power e dos Retro Diggers PT a hospitalidade por parte da organização, o convite e para o ano contamos lá estar de novo para ver e experimentar mais e melhor.

Sou aquele gajo que ama RPG’s, mas que nunca terminou o FFVII, que acha o Fallout 2 o melhor jogo de sempre, o GBC a consola que nunca foi superada (muito Pokémon na altura :P, mas devo confessar que atualmente de eleição é a PS3, mas GBC é aquela coisa) e que tem como eleição a PlayStation.

No comments

Deixe uma resposta

Video em Destaque

Parceiros